domingo, 19 de julho de 2015

O DIA QUE O FILHO PRÓDIGO SAIU DE CASA

Não é novidade que nunca engoli o Thalles Roberto, pois pra mim cristão ele nunca foi. Não, não é por que não gosto do estilo dele pois tenho cd's de Black music, rap e rock e não vejo problema algum no som dele, na verdade há muita qualidade. Não é o estilo de usos e costumes pois pra quem curte rock como eu, isso não é problema tb.

O que sempre me incomodou nele é que sempre me passou aquele cara que "vem pra Cristo" por conveniência. Por exemplo, "vira" cristão por causa de uma menina ou por conta da família e tbm tem os que se tornam "crentes" por causa dos amigos, enfim...
...o detalhe é que esse tipo de "crente" dá um péssimo testemunho, sendo que no início até engana muita gente, mas logo mostra suas reais intenções nada cristãs.

Assisti o testemunho dele, vi sua primeira aparição como cantor gospel no canal da igreja Renascer e ele era diferente: humilde mas tinha algo nele que não batia e hj ficou claro o que é e que eu sempre desconfiei: Thalles Roberto só pegou um atalho no gospel, para atingir o sucesso, reconhecimento e dinheiro, que na música secular ele nunca  conseguiu, pois nunca teve espaço, apesar das muitas oportunidades.

O problema de cantar músicas ditas cristãs com um enfoque humanista, ou seja, igualando Deus aos sentimentos humanos e colocando Cristo em lugar de criatura e não de Criador, vemos isso aí mesmo, uma pessoa se dizendo cristão mas pisando em Deus e colocando ele contra a parede, se achando superior.

Espero que ele não volte como o filho pródigo, pobre, desprezado e com o estômago cheio de bolotas de porcos, mas sim com um semblante arrependido e humilhado, se sujeitando ao Deus soberano e exaltando o Deus que quando quer exalta mas tbm quando quer abate e mata.

Que Deus nos ajude irmãos e irmãs, pq os dias são trabalhosos e precisamos ficar firmes e Cristo. Deus abençoe, boa noite!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O plágio é definido como "a apropriação ou cópia de um trabalho sem autorização do autor ou sem indicação da verdadeira origem" Lei n°9.610, de 19/02/98 (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm). Portanto, se gostou de algum artigo publicado aqui, peça autorização e sempre informe a fonte do mesmo ok! Que Deus te abençõe!


Translate

Postagens populares

Arquivo do blog