terça-feira, 9 de abril de 2013

O DEUS QUE NÓS CRIAMOS

´´Eu posso fazer o meu Deus dizer oque eu quiser``

O Deus que nós criamos é um cara legal com a gente mas chato com quem nãos gostamos;
Se somos negros ele é negro, se somos branco ele é alvo, se formos pardos ele é algo assim tb. Nosso deus tem que ser simpatizante de algum movimento GLS e ser forte pra trocar o botijão de gás GLP. Ele tem que ser ´´o cara`` a nossa imagem e semelhança.

O deus que nós criamos tem poder de curar uma unha encravada, uma espinha inflamada e até um gripe mal curada, mas uma doença fatal ou moléstia terminal ele é falível, e nessas horas preferimos joga-lo de lado e dizer: ´´deixa com a gente Jesus que sabemos melhor do que você oque fazer!``

O deus que nós criamos é grande, imenso e possivelmente conseguimos medir sua altura mas mesmo assim ele se compacta e entra em nossos corações...mas só quando queremos. Quando não ele fica guardado em nossas gavetas como gnomos, que aliás tem um lugar bem mais interessante na nossa prateleira do que ele.

O deus que nós criamos tem que trazer chuva só quando estamos chegando em casa, depois pode encher a terra num imenso dilúvio. O deus que nós criamos tem que entender que tem dia que estou indisposta demais pra orar então ele que fale para o espírito santo orar por mim como no louvor da Fernanda Brum.

O deus que nós criamos não consegue sanar a fome, não é poderoso o suficiente pra estar em dois lugares porque, enquanto um depressivo chora aqui outro se mata lá e suas mãos não conseguem estar em posição de abençoar ou salvar ao mesmo tempo. Ele é meio fail nessa hora.

O deus que nós criamos só deve ter poder pra fortalecer nossa saúde, mas só quando é interessante pois há momentos como na segunda de manhã que é melhor inventar uma virose do que sair pra trabalhar. Esse deus que criamos também tem que ter poder de nos encher de dinheiro, pois já que dou 10% de tudo que possuo, uma oferta aqui e outra lá, o mínimo que mereço é um carro zero, uma casa confortável e uma família tipo comercial de margarina.
 
O deus que nós criamos é um ignorante quase iletrado, que tentou alguns caras para escrever um livro antes de capa preta e hoje multicolorido, com dogmas e doutrinas fajutas que ele tirou das ideias tiradas de outros livros de caras bem mais inteligentes por aí...tipo Buda entende? Quase um plágio.

O deus que nós criamos foi formado na nossa cabeça a partir da ideia da lei porém vivendo na graça. Sabe aquela história do tipo ´´não blasfeme que deus vai te matar``? Então, é tudo 100% Moisés e 0% Jesus, mas tá valendo.

Tá valendo porque esse é o nosso estereótipo de Deus, essa é a cara do que damos glória na nossa mente e a quem chamamos nosso Jesus. Na boa? Se ele é assim, sinceramente o cristianismo é uma mentira das boas que tem levado mesmo um monte de otário de graça para o inferno...seguindo é claro essa linha de raciocínio sobre Deus. 

Deus não se deixa escarnecer e nem está ao nosso bel prazer. Assim também a justiça dele é perfeita e ele não está a nossa disposição para ficarmos imputando sobre ele a condenação de nosso próximo e ele ir lá e matá-lo só pq ele ficou de mal comigo. É segunda sua reta justiça e não a nossa!

Deus é perfeito, Deus é amor, Deus é onipresente, onipotente e onisciente e nos deu Jesus, nos enviou depois o consolador chamado Espírito Santo, mas o livre arbítrio esse ele não nos tirou pois seu amor se fortalece na liberdade. 

Que não criemos um deus descartável ou reciclável feito sucata mas crermos num Deus único, santo e verdadeiro, que não teve início e nunca terá fim, que quer que nos acheguemos ainda mais dele para conhecermos seu caráter e personalidade e não precisarmos mais criar um deus frustrante mas tendo um Deus inigualável com todo poder nos céus e na terra. 


Boa tarde a todos, 
a paz do Senhor Jesus!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O plágio é definido como "a apropriação ou cópia de um trabalho sem autorização do autor ou sem indicação da verdadeira origem" Lei n°9.610, de 19/02/98 (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm). Portanto, se gostou de algum artigo publicado aqui, peça autorização e sempre informe a fonte do mesmo ok! Que Deus te abençõe!


Translate

Postagens populares

Arquivo do blog