quinta-feira, 16 de junho de 2011

DESAFIANDO A DEUS


Olá amigos. Passei alguns dias sem tempo para postar e confesso que meu ânimo hoje não está lá essas coisas...tenho passado por alguns espinhos mas como disse em um outro post, toda rosa tem espinhos ou seja, toda vitória tem que passar primeiro por uma batalha renhida.

Passando por isso e pensando nisso, estava eu a refletir o braço de ferro que tenho enfrentado com Deus. Como assim? Você deve estar a se perguntar mas a realidade, é que não acredito em um único ser humano crente verdadeiramente em Jesus Cristo, que já não se questionou sobre sua fé, sobre Deus, sobre Cristo e tudo e todos os assuntos que partem dessas questões.
E quantas vezes não questiono a Deus sobre as bençãos prometidas que parecem nunca chegar, e porque acontecem tantas coisas em nossas vidas que nos trazem tristezas, aborrecimentos e decepções.
Uma das coisas que eu pensava sempre quando esses perguntas me rodeavam, é se eu poderia questionar a Deus. A Bíblia me afirma que sim em várias passagens, de Gênesis a Apocalipse vemos o homem a questionar a Deus. Em Gênesis 18:22-25 Abraão indaga a Deus se ele irá matar um justo, no caso aqui Ló seu sobrinho ou livraria ele por amor dele, Abraão na grande destruição de Sodoma e Gomorra. Vemos em I Reis 17:20 o profeta Elias angustiado perguntando a Deus o porque dele permitir que o filho da viúva que o ajudava morresse. No novo Testamento os discípulos viviam perguntando várias coisas ao Senhor Jesus, até com uma intenção de testá-lo, pra ver ser ele era realmente filho do Deus altíssimo (Mateus 24:3/ João 21:20 e 21 entre outras passagens).
Amados, questionar é diferente de tentar. Questionar a Deus é perguntar porém esperar uma resposta dele, ainda que pacientemente e sendo bastante difícil, mas aguardando nele. Tentar é perguntar e não obtendo a resposta no tempo que você quer, insiste, murmura e acaba pecando. ´´Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.`` Tiago 1:13

Portanto questionemos a Deus sabendo que obteremos resposta. Não adianta ´´brigar`` com o Todo Poderoso, achando que devemos ser favorecidos ou valorizados porque somos ´´santos`` ou merecedores de alguma coisa.
O único que merece algo é quem intitula esse universo, a única pessoa que deve ser amada, respeitada e valorizada é a pessoa do Senhor Jesus Cristo filho de Deus. A ele toda honra, glória, louvor e majestade.

Pergunte a Deus sobre seus planos e sonhos para sua vida e verás que a resposta nem sempre é a que você tanto espera mas com certeza será o melhor para você.

Que o Salvador abençõe vocês
grandemente nesse dia
Paz do Senhor Jesus!

3 comentários:

Eliseu disse...

Oi, não devemos definir todo desafio como zombaria, diria desafiante em pedido de uma prova, eu já sim desafiei o Deus Criador em momentos de desespero e agonia, e digo mais, sob o efeito de drogas, depois quando estive em plena consciência pude notar a idiotice que fiz e pedi perdão a Deus, agora se o Pai Eterno me perdoou é uma coisa, mas não creio que foi uma zombaria, estava vivendo a falta de fé e estive eu nas piores situações de um ser humano e até por que procurei com as próprias mãos me afundar no vicio. Depois de um tempo Deus monstrou o seu poder e a sua glória e digo mais, mostrou a mim que tudo está sujeito a sua vontade e pude provar uma sincronia perfeita da vida, como disse a mim ontem a noite um amigo que Deus sabe cada comportamento e ação de cada um em seu exato segundo, e isso foi apenas prova do que eu provei, portanto digo a todos que Deus é vivo, é todo-poderoso e regedor de toda a criação. Creio que sofro pelo pecado da minha lingua, pois a própria palavra do Deus Criador inspirada pelo Espirito Santo nos diz que a lingua do homem causa a sua ruina, crê quem quer, quem não quer, pense duas vezes a invocar a Deus erroneamente.

Anônimo disse...

Marcos$#$#$ - Sou um homem de pouquíssima fé! Se não posso desafiar a deus, como terei provas de sua existência? Logo porque fé não prova existência, mas apenas me convence de sua existência. Estarei errado? Sou atormentado por perguntas. Deus realmente existe? A morte é só um princípio? Sinceramente, quero ter certeza, não quero ser apenas conformado pela ideia.

Lucilene Batista de Brito Shirota disse...

Olá Marcos. Convido vc a ler meu testemunho que postei hj e veja que aquilo que vc passa já passei e veja como consegui entender que fé em Jesus não é apenas um convencimento de que ele existe mas prova sim sua existência. Paz do Senhor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O plágio é definido como "a apropriação ou cópia de um trabalho sem autorização do autor ou sem indicação da verdadeira origem" Lei n°9.610, de 19/02/98 (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm). Portanto, se gostou de algum artigo publicado aqui, peça autorização e sempre informe a fonte do mesmo ok! Que Deus te abençõe!


Translate

Postagens populares

Arquivo do blog