quinta-feira, 8 de outubro de 2015

O FALSO CHARME DE UMA NOVELA GOSPEL

Vejo muita gente parabenizando o trabalho da Rede Record em fazer uma "novelinha" bíblica. Nunca assisti o folhetim mas só que parece, do que vejo o povo postando no facebook, eles tem investido pesado nessa obra de ficção e tem ficado um luxo global.
Mas é pura ficção, pois já tenho lido cada baboseira que tem tido nessa novela, que só quem é leitor da Bíblia não cai.

É triste ver o quanto a mentira e invenções seduzem tanto, a ponto de se tornar verdades na mente se muita gente. Me perguntaram dia desses se Moisés namorou uma princesa...na Bíblia não fala nada sobre isso mas na ficção é interessante, instiga mais a atenção do tele espectador.

A Record está faturando alto com essa ideia e é isso mesmo que eles querem, dinheiro...além é claro, de enganar mais do que pregar a real história que a Bíblia conta, coisa que a Universal sabe fazer muito bem.

O pior de tudo é ver os cristãos achando isso um máximo, dizendo que agora estamos iguais ao mundo pq tbm temos uma novelinha cristã eee! SQN!

Ser igual ao mundo não é, nunca foi e nunca será bom, muito pelo contrário. Na ótica de Deus, quem ama o mundo Deus odeia e não tem parte com ele.

Fuja de coisas tão aparentemente benéficas e inofensivas como essa, pois novela bíblica não tem nada de cristão e ainda faz o povo perder o foco na palavra, se levando por referências erradas.

domingo, 19 de julho de 2015

O DIA QUE O FILHO PRÓDIGO SAIU DE CASA

Não é novidade que nunca engoli o Thalles Roberto, pois pra mim cristão ele nunca foi. Não, não é por que não gosto do estilo dele pois tenho cd's de Black music, rap e rock e não vejo problema algum no som dele, na verdade há muita qualidade. Não é o estilo de usos e costumes pois pra quem curte rock como eu, isso não é problema tb.

O que sempre me incomodou nele é que sempre me passou aquele cara que "vem pra Cristo" por conveniência. Por exemplo, "vira" cristão por causa de uma menina ou por conta da família e tbm tem os que se tornam "crentes" por causa dos amigos, enfim...
...o detalhe é que esse tipo de "crente" dá um péssimo testemunho, sendo que no início até engana muita gente, mas logo mostra suas reais intenções nada cristãs.

Assisti o testemunho dele, vi sua primeira aparição como cantor gospel no canal da igreja Renascer e ele era diferente: humilde mas tinha algo nele que não batia e hj ficou claro o que é e que eu sempre desconfiei: Thalles Roberto só pegou um atalho no gospel, para atingir o sucesso, reconhecimento e dinheiro, que na música secular ele nunca  conseguiu, pois nunca teve espaço, apesar das muitas oportunidades.

O problema de cantar músicas ditas cristãs com um enfoque humanista, ou seja, igualando Deus aos sentimentos humanos e colocando Cristo em lugar de criatura e não de Criador, vemos isso aí mesmo, uma pessoa se dizendo cristão mas pisando em Deus e colocando ele contra a parede, se achando superior.

Espero que ele não volte como o filho pródigo, pobre, desprezado e com o estômago cheio de bolotas de porcos, mas sim com um semblante arrependido e humilhado, se sujeitando ao Deus soberano e exaltando o Deus que quando quer exalta mas tbm quando quer abate e mata.

Que Deus nos ajude irmãos e irmãs, pq os dias são trabalhosos e precisamos ficar firmes e Cristo. Deus abençoe, boa noite!

quinta-feira, 16 de julho de 2015

LATA VAZIA FAZ BARULHO, MAS A CHEIA E SILENCIOSA É QUE TEM CONTEÚDO

Nunca fui uma pentecostal, digamos, típica. Enquanto tinha um falando em línguas do meu lado direito e outro aos pulos e rodopios do lado esquerdo, eu geralmente sempre orava calada, de olhos fechados e sentindo a presença de Deus, mas sem alardes.

Isso foi no passado e ainda é hj. Ainda sou pentecostal por que não sou cessassionista, ou seja, creio que os dons ainda existam, se manifestam na vida do cristão e permanecem e outro ponto é que ainda creio no livre arbítrio, mesmo que venha me desvinculando a cada dia mais desse ponto.

Não sou calvinista, mesmo que minha criação cristã pentecostal tenha tido o calvinismo como base e tenho aprendido a cada dia mais sobre a teologia reformada, sou penteca ainda é ponto.

O que sempre me incomodou em ser pentecostal é justamente, a quase obrigação que tenho, em dar satisfação em ficar gritando, chorando, falando em línguas e rodando! É tipo, se eu não faço isso, logo não sou crente, mulher de Deus e estou com meu vaso emborcado e vazio.

Veja bem até que ponto vai a ignorância bíblica de muitos crentes, que acham que por que eles são "fogo puro", quem não é não passa de um crente frio e sem vida. Pra vc meu irmão, tenho certeza da minha salvação e da minha vida com Deus e só pra constar: lata vazia faz um barulho muito maior do que a cheia!

Estou indignada mesmo, pq a forma de Deus agir e tratar comigo é diferente da forma como ele age e trata com vc e isso não significa que sou menos ou mais crente que ninguém.

Independente se é pra fazer uma obra gigantesca ou ser uma simples crente de banco, o importante é minha vida integra com ele e sentir sua presença, oferecendo meu culto racional e tendo a convicção de minha vida firmada nele, minha rocha, meu Cristo!

Concluo este post, pois senti de escrevê-lo para todos aqueles que vivem a mesma situação que eu e sofre com as críticas e pior, com a forçada de barra de algumas pessoas a vc deixar de ser o que vc é.

Continue firme em sua integridade e convicção no Senhor, pois enquanto lata vazia faz barulho e as vezes nem serve pra reciclagem mas poluição,  a lata cheia está quetinha, com seu conteúdo inalterado mas a escolhida para fazer a diferença.

                Deus te abençoe! Paz do Senhor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O plágio é definido como "a apropriação ou cópia de um trabalho sem autorização do autor ou sem indicação da verdadeira origem" Lei n°9.610, de 19/02/98 (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm). Portanto, se gostou de algum artigo publicado aqui, peça autorização e sempre informe a fonte do mesmo ok! Que Deus te abençõe!


Translate

Postagens populares

Arquivo do blog